Sem Sair de dentro de casa, Populares Faturam Alto Com

30 Apr 2019 10:18
Tags

Back to list of posts

<h1>10 Informa&ccedil;&otilde;es Para Cria&ccedil;&atilde;o De Assunto Intrigante</h1>

<p>Vitrine: Jaqueline Oliveira, vinte e tr&ecirc;s anos, est&aacute; conectada a mais de 36 m&iacute;dias sociais. S&atilde;o Paulo - H&aacute; 25 anos, o headhunter de Curitiba Bernardo Entschev, que recruta executivos, recebia e enviava curr&iacute;culos pelo correio. Hoje, &eacute; irreal meditar pela tarefa de procurar e anunciar dados profissionais sem a internet e as m&iacute;dias sociais.</p>

<p>S&oacute; no LinkedIn — uma ferramenta que serve, fundamentalmente, pra anunciar o curr&iacute;culo — h&aacute; mais de tr&ecirc;s milh&otilde;es de usu&aacute;rios brasileiros. Antes de entrar em contato com qualquer candidato, um recrutador obviamente vai doar uma espiada no que existe publicado a respeito da pessoa pela web. “O curr&iacute;culo no papel n&atilde;o &eacute; mais a principal ferramenta do mercado”, diz o headhunter.</p>

[[image http://justsoldit.com/wp-content/uploads/2017/06/the_capture_factory_social_media_accounts-1.png&quot;/&gt;

<p>Apesar do mundo altamente conectado, o curr&iacute;culo resiste bravamente. A pergunta &eacute;: “Faz sentido solicitar curr&iacute;culo formal hoje em dia? Qual &eacute;, no fim de contas, a importancia dele? ”. Para muita gente, o velho hist&oacute;rico de carreira em papel &eacute; passado. Basta acompanhar o n&uacute;mero de pessoas que s&atilde;o contratadas atrav&eacute;s do Twitter. A publicit&aacute;ria paulista Jaqueline Oliveira, de 23 anos, foi contratada na ag&ecirc;ncia Neotix desse modo. “Esse foi o primeiro emprego que arrumei na internet.</p>

<p>Algumas pessoas j&aacute; haviam me chamado para falar e, se n&atilde;o fui contratada antes, pelo menos aumentei bastante meu networking”, conta Edi&ccedil;&atilde;o De V&iacute;deo Para M&iacute;dias sociais . Para headhunters e empresas de recrutamento no geral, o LinkedIn &eacute; a rede mais significativo para que pessoas quer conservar uma vitrine pro mercado. O n&uacute;mero de participantes brasileiros vem crescendo de forma acelerada e, no universo inteiro, h&aacute; cem milh&otilde;es de pessoas conectadas. Todavia a recomenda&ccedil;&atilde;o &eacute; n&atilde;o conservar o perfil em algumas m&iacute;dias sociais.</p>

<ul>
<li>Videos de Treinamento</li>
<li>4 - Experimente vender em m&iacute;dias sociais</li>
<li>Perfis que apresentam pouca atividade</li>
<li>7 acess&iacute;vel passos pra voc&ecirc; gerar mais tr&aacute;fego pra teu web site (garantido!)</li>
<li>Business: US$ 249/m&ecirc;s</li>
<li>Cobre por encomendas de viagem</li>
<li>O que levou &agrave; suspens&atilde;o do Facebook</li>
</ul>

<p>Apesar de dar legal visibilidade, conservar todas as ferramentas atualizadas vai ceder trabalho assim como. “O melhor &eacute; participar de uma ou duas, mant&ecirc;-las sempre atualizadas, ver de perto os contatos que chegam e observar as oportunidades de parceria e neg&oacute;cio”, diz Bernardo. Al&eacute;m das redes sociais, os websites de curr&iacute;culo virtual bem como substituem de alguma maneira o curr&iacute;culo de papel. Apesar de n&atilde;o ser garantia de vaga, essas plataformas s&atilde;o uma vitrine a mais para publicar o hist&oacute;rico profissional, visto que v&aacute;rias organiza&ccedil;&otilde;es usam esses servi&ccedil;os para procurar profissionais. “Enviar curr&iacute;culos &eacute; como plantar sementes, voc&ecirc; espalha para todos os lados sem saber exatamente onde aquilo ir&aacute; Informa&ccedil;&otilde;es Para Compreender As M&iacute;dias sociais Da Sua Empresa .</p>

<p>O site &eacute; mais eficaz”, diz Marcelo Abrileri, presidente da Curriculum, um dos principais websites de emprego do pa&iacute;s. Continue Observando E Conhe&ccedil;a Por Dentro Da Ferramenta Etus , o curr&iacute;culo convencional ainda beneficia muita gente. O engenheiro Phelippe Barroso, de quarenta e tr&ecirc;s anos, foi contratado como gerente de opera&ccedil;&otilde;es t&ecirc;xteis da Del Rio Lingerie porque seu hist&oacute;rico profissional chegou &agrave; organiza&ccedil;&atilde;o ap&oacute;s ser divulgado por um servi&ccedil;o de recoloca&ccedil;&atilde;o.</p>

<p>“Eu acredito que ter um curr&iacute;culo ainda d&aacute; certo, em t&atilde;o alto grau para enviar por e-mail quanto pelo correio”, diz o engenheiro. Foi a come&ccedil;ar por uma mala-direta que ele chegou &agrave; organiza&ccedil;&atilde;o atual. As m&iacute;dias sociais aumentaram a visibilidade dos profissionais, por&eacute;m ainda n&atilde;o conseguiram exterminar o curr&iacute;culo de papel. “O curr&iacute;culo virtual e o perfil no LinkedIn se complementam.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License